ONDE ESTOU: INÍCIO NOVIDADES NOTÍCIA VOLTAR
Fique por dentro das Novidades CELG
CELG D REALIZA SEMINÁRIO SOBRE FONTES DE ENERGIA RENOVÁVEIS
CELG | 16/03/2016 - 10h00

Empregados da CELG D durante seminário no auditório.

A CELG Distribuição, por iniciativa da Diretoria Técnica ofereceu, através do Projeto de P&D "51 Telhados solares em Nova Veneza", um treinamento aos seus empregados na última quinta-feira (10) com o tema "Seminário de Soluções de Conexão de Mini e Micro Geradores ao Sistema de Distribuição da CELG D". O evento foi preparado para discutir os impactos da nova Resolução Normativa da Aneel n°. 687 de 24 de novembro de 2015, que visa o aperfeiçoamento da Resolução Normativa nº 482, de 17 de abril de 2012, e os Módulos 1 e 3 dos Procedimentos de Distribuição – PRODIST.

As fontes renováveis de energia são aquelas consideradas inesgotáveis, pois são encontradas na natureza em grande quantidade ou que possuem a capacidade de renovação por meios naturais. Dentre estas energias estão a eólica, solar, hidráulica e biomassa. As vantagens ambientais dessas fontes é o fato de constituírem uma forma de energia limpa, ou seja, não geram poluentes como subprodutos da geração de energia. 

O Engenheiro Eletricista Rafael Nielson, lotado no Setor de Pesquisa e Tecnologia Aplicada (DT-STA) e organizador do seminário, explica que o objetivo do treinamento é buscar um nivelamento de conhecimento, em um processo de transferência de informações tecnológicas para todos os empregados da CELG D que estão diretamente envolvidos no processo de recebimento, análise e autorização para conexão à rede de energia. "O intuito é que os clientes possam receber o tratamento adequado e que essas conexões possam atender os requisitos técnicos e de segurança necessários para interligação no sistema", finaliza.

Por ser um assunto recente e pouco discutido, é necessário haver essa orientação dentro da própria CELG D, como uma iniciativa de melhorar o atendimento à população e os processos internos.

O Palestrante Dante Hollanda do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) diz que o novo sistema é algo que precisa ser amplamente divulgado de forma que todas as camadas da sociedade devem estar informadas sobre as fontes renováveis de energia. "Devemos aproveitar as fontes naturais e os recursos que a natureza nos oferece", ressalta.

Ana Paula Cortes, lotada na Assessoria da Diretoria de Regulação (DR-ADR) e participante do seminário, relata que o evento ajuda a conscientizar e esclarecer os empregados sobre o assunto. "A iniciativa do Seminário para os empregados da CELG vai sanar muitas dúvidas e melhorar os procedimentos dentro da empresa em relação à energia renovável", finaliza.

O Consultor em Smart Grid Paulo Roberto de Souza Pimentel afirma que é necessário achar caminhos para que a Distribuidora atue com energias renováveis, assim como explicações favoráveis aos clientes. A Escola de Engenharia Elétrica, Mecânica e de Computação da Universidade Federal de Goiás (EMC/UFG) é um dos parceiros da CELG D. O Diretor da EMC Marcelo Stehling de Castro diz que irão investigar questões de segurança e garantir a confiabilidade das instalações, manutenção e equipamentos juntamente com a CELG D. "Nós temos o caráter de investigar e depois de fazer esses eventos de capacitação e de divulgação das informações para que isso se torne transparente pra empresa como um todo.", acrescenta.

Um dos pontos favoráveis da energia de fontes alternativas é possibilidade de se gerar energia de forma descentralizada. A descentralização da geração diminui os custos de implantação, possibilitando o acesso à energia por comunidades em regiões isoladas e aumentando a eficiência e rapidez de implantação do sistema uma vez que podem ser dispensadas as quilométricas linhas de transmissão, que por si só já produzem um enorme impacto ambiental.

A CELG D busca informar a população sobre os benefícios do uso de energia renovável, para isso inicialmente é necessário treinar os empregados e prepará-los para atender a sociedade.

O evento fez parte do Projeto de P&D 364 – "51 telhados solares em Nova Veneza" e contou com a participação de aproximadamente 150 empregados, inclusive vindos de cidades do interior do Estado.


Palestrante Dante Hollanda do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI).


Empregados da Celg D durante palestra ministrada por Dante Hollanda.