ONDE ESTOU: INÍCIO NOVIDADES NOTÍCIA VOLTAR
Fique por dentro das Novidades Celg
Enel investe em melhorias na rede de distribuição em Goiás
CELG | 25/01/2018 - 10h30
Desde que assumiu o controle da Celg Distribuição em 14 de fevereiro de 2017, o Grupo Enel iniciou um extenso programa de investimentos em toda a área de concessão da distribuidora goiana. De fevereiro a dezembro, foram gastos cerca de R$ 700 milhões em planos de investimentos e manutenções preventivas para garantir a confiabilidade dos serviços prestados em Goiás.

Os investimentos em melhorias incluem: a aceleração de conexões rurais realizadas por meio do Programa Luz para Todos, que já concluiu cerca de duas mil novas ligações; a modernização da rede elétrica do estado, com a instalação de equipamentos comandados remotamente, permitindo que a distribuidora identifique e isole, com mais rapidez, eventuais interrupções no fornecimento de energia, minimizando o número de clientes afetados e a duração das ocorrências; e a ampliação e modernização dos canais de atendimento, além de reforçar o treinamento das equipes.

As iniciativas para a melhoria da qualidade do fornecimento também incluem a construção de novas subestações e linhas de transmissão e a ampliação da capacidade instalada das subestações já existentes.

A primeira subestação inaugurada pela nova controladora foi a do município de Cocalzinho, em 18 de julho de 2017. O evento foi realizado para colaboradores de Infraestrutura e Redes e contou com as presenças do Country Manager da Enel no Brasil, Carlo Zorzoli; do presidente da Celg, Abel Rochinha; e do Diretor de I&N Carlos Arriagada.

“É o início de uma nova fase, de muito trabalho para todos nós e, tenho certeza dos excelentes resultados que colheremos daqui para frente”, afirmou Carlos Arriagada.

Durante a inauguração, Abel Rochinha ressaltou que há uma série de ações em andamento em Goiás e afirmou que a meta é transformar a Celg em uma das melhores distribuidoras de energia do Brasil.

Carlo Zorzoli citou a importância social da subestação para Cocalzinho. “Efetivamente, é uma pequena subestação, tem todo o sentido do conceito de distribuição e também de serviço público. Estamos aqui para fazer um serviço público com gestão privada para remunerar acionistas e melhorar a qualidade dos serviços e as condições sociais das pessoas que residem aqui”, relata Carlo.

Com potência instalada de 6,25 MVA e investimentos de R$ 2,8 milhões, a subestação Cocalzinho vai atender ao crescimento da região Nordeste de Goiás, beneficiando com qualidade e segurança 5,5 mil unidades consumidoras, além de permitir a ligação de 250 novas unidades consumidoras por ano.